Auxiliar de Enfermagem

SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL
CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CONCURSO PÚBLICO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS NA GRADUAÇÃO DE CABO BOMBEIRO MILITAR AUXILIAR DE ENFERMAGEM DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.

E D I T A L

 Secretário de Estado da Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições, tendo em vista a autorização governamental exarada nos Processos E- 27/0065-3000/2001 e E-27/0069-3000/2001, publicada no DOERJ do Poder Executivo de 08/10/01, torna público que fará realizar Concurso Público para preenchimento de vagas na graduação de Cabo BM Auxiliar de Enfermagem (QBMP/6).

I - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1 - O Concurso Público destina-se à seleção de candidatos para preenchimento de vagas do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro.

2 - O Concurso Público será organizado pelo CRSP - CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL-CBMERJ, obedecidas as normas deste Edital.

3 - No referido Concurso, serão exigidos níveis de conhecimento e grau de complexidade, compatíveis com a escolaridade e atribuições de cada especialidade.

4 - São oferecidas 46 (quarenta e seis) vagas para a graduação de Cabo BM Auxiliar de Saúde - Auxiliar de Enfermagem.

5 - O valor da taxa de inscrição será de R$ 45,00.

6 - As vagas são distribuídas conforme a seguir:

 

 

Região Metropolitana

Região Serrana

Região Norte

Região Baixadas Litorâneas

Região Sul

Total

Qualificação Essencial

Auxiliar de Enfermagem

Não há Vaga

1

36

9

Não há Vaga

46

Registro (definitivo ou provisório) no COREN

II - INSCRIÇÕES

1- Período, Horário e Local.

1.1-Período: 11 a 18 de março de 2002.

1.2 - Horário: de 2ª a 6ª feira, das 08:00 às 17:00h.

1.3- Locais: 

5º GBM - Campos dos Goytacazes - Av. Rui Barbosa, 1027- Centro;

6º GBM - Nova Friburgo - Praça da Bandeira, 1027- Centro;

9º GBM - Macaé - Rua Alfredo Backer, 290- Centro;

1º SGBM/9º GBM - Cabo Frio - Av. Nilo Peçanha, 256- Centro;

15º GBM - Petrópolis - Av. Barão do Rio Branco, 1957- Retiro;

16º GBM - Teresópolis - Rua Guandu, 680 - Pimenteira;

2- Requisitos para inscrição:

2.1- Ser brasileiro(a) nato(a).

2.2- Ter no mínimo 18 (dezoito) e no máximo 35 (trinta e cinco) anos de idade no dia 31 de março de 2002.

2.3- O candidato militar e ex-militar do CBMERJ bem como o de outras forças deverão também atender aos limites de idade do item anterior.

2.4- Ter altura mínima de 1,60m para o sexo masculino e 1,50m para o sexo feminino.

2.5- Ter concluído o ensino fundamental (1º grau completo).

2.6- Estar em dia com as obrigações da Lei de Serviço Militar.

2.7- Se reservista, ter sido licenciado do serviço ativo, no mínimo, no comportamento “BOM”.

2.8- Não estar respondendo a processo de exclusão ou ter sido excluído, por motivo disciplinar, de qualquer instituição militar.

2.9- Não estar respondendo a processo ou a inquérito criminal ou ter sido condenado por crime ou contravenção penal.

2.10- Estar em dia com suas obrigações eleitorais.

2.11- Se do sexo feminino, estar de acordo com as exigências contidas nas instruções do concurso conforme termo de responsabilidade constante da ficha de inscrição relativas à impossibilidade de apresentar estado de gravidez no período entre a inscrição e a conclusão do curso.

2.12- Não apresentar patologia pré-existente que constitua causa de incapacidade física, mesmo que temporária, ao serviço no CBMERJ.

2.13- Se militar, ter autorização de seu Comandante, Chefe ou Diretor.

2.14- Assinar o requerimento de inscrição, declarando conhecer as instruções específicas do concurso e possuir todos os documentos comprobatórios dos requisitos necessários para inscrição, bem como para o exercício do cargo, assumindo toda a responsabilidade pela veracidade das informações contidas no requerimento e nos documentos apresentados por ocasião da pesquisa social e documental, sob pena do cancelamento da inscrição e conseqüente eliminação, em qualquer fase do concurso ou em qualquer tempo após a sua realização, ficando sujeito às sanções penais e administrativas aplicáveis à falsidade da declaração.

2.15- Residir na área da vaga a qual deseja concorrer ( Serrana, Norte ou Baixadas Litorâneas). Ver anexo I.

3- Procedimentos

3.1- Antes de efetuar o recolhimento da taxa de inscrição, certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos neste Edital para participação no Concurso Público.

3.2- Dirigir-se a qualquer agência do BANERJ e efetuar depósito referente à taxa de inscrição, em favor do CRSP - CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL, conta nº 3634-70181.1, em espécie.

3.3- De posse da guia de depósito devidamente autenticada, dirigir-se a um posto de inscrição para retirar o Manual do Candidato e o formulário de requerimento de inscrição.

3.4- Preencher corretamente o requerimento de inscrição e assiná-lo, é obrigatório o candidato levar o requerimento para casa e preenchê-lo.

3.5- Retornar ao posto de inscrição e devolver o requerimento de inscrição corretamente preenchido, apresentando os seguintes documentos:

3.5.1- Original do comprovante de depósito da taxa de inscrição, cópia comprovante de residência e cópia do documento de identidade a ser anexado ao requerimento de inscrição.

3.5.2- Original da carteira de identidade expedida pelo Instituto Félix Pacheco ou Instituto de Identificação da secretaria de Segurança Pública de outros Estados.

3.6- A inscrição deverá ser efetuada pelo próprio candidato ou, em caso de impedimento do mesmo, através de procurador legalmente autorizado para este ato, com apresentação de documento de identidade do procurador.

3.6.1- No documento de procuração deverá constar o número da carteira de identidade do candidato e a ele serem anexados os documentos para a inscrição e a cópia da carteira de identidade do procurador.

3.7- O candidato deverá indicar no espaço apropriado no requerimento de inscrição a opção da Região a cuja vaga deseja concorrer.

3.7.1- Deverá ser indicada uma única Região.

3.7.2- Caso não seja indicada corretamente a região de opção no formulário de requerimento de inscrição, o candidato concorrerá às vagas da região mais próxima do endereço indicado no formulário.

3.8- O candidato será responsável por qualquer erro ou omissão no requerimento de inscrição.

3.9- Caso o candidato faça mais de uma inscrição, prevalecerá a mais recente, sendo canceladas as anteriores.

4- Confirmação da Inscrição

4.1 - O candidato inscrito deverá comparecer na Unidade onde efetuou a inscrição para retirar o seu cartão de confirmação de inscrição (C.C.I).

4.2- É obrigação do candidato conferir as informações contidas no Cartão de Confirmação de Inscrição, bem como tomar conhecimento do seu número de inscrição no Concurso, data, horário e local de realização das provas.

4.3- Caso haja qualquer inexatidão nas informações contidas no C.C.I., o candidato deverá entrar em contato, imediatamente, com o CRSP - CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL-CBMERJ através dos telefones 3399-6851, 3399-6855 e tele/fax 3399-6853, e solicitar a necessária correção.

III - EXAMES

1- Os exames, em todas as suas fases, serão realizados em qualquer local do Estado do Rio de Janeiro, a critério do CRSP - CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL-CBMERJ e poderão ocorrer em sábados, domingos ou feriados.

2- Os exames de seleção terão caráter eliminatório em todas as suas fases e partes e constarão das seguintes etapas:

A) Exame intelectual.

B) Exame de saúde

C) Exame de capacitação física.

D) Pesquisa social e documental.

 

A) Exame Intelectual

1 - Constará das seguintes fases:

Prova escrita de múltipla escolha.

Prova dissertativa.

 

2- PROVA ESCRITA

2.1 - Prova com 80 (oitenta) questões de múltipla escolha, versando sobre o conteúdo programático constante do Anexo II deste Edital.

2.2 - A prova valerá 100 (cem) pontos, valendo 1,25 (um inteiro e vinte e cinco décimos) pontos cada questão.

2.3- Será considerado aprovado o candidato que obtiver no mínimo 50% de acertos na prova, não podendo obter menos de 6 (seis) acertos em um dos conteúdos (Língua Portuguesa, Matemática e Específico da área).

2.4 - A prova terá duração de 4h (quatro horas).

2.5 - O candidato deverá apresentar-se no local da prova, uma hora antes do início previsto, munido do documento original de identificação, do cartão de confirmação de inscrição e caneta esferográfica de tinta preta, com a qual efetuará a marcação do cartão de respostas.

2.5.1 - O documento deverá estar em perfeitas condições de forma a permitir, com clareza, a identificação do candidato (retrato e assinatura)

2.5.2 - Não serão aceitos protocolos ou quaisquer documentos que impossibilitem a identificação do candidato, bem como a verificação de sua assinatura.

2.6 - O candidato só poderá retirar-se do local de aplicação da prova, após 1 (uma) hora do início de sua aplicação, porém só poderá levar consigo o caderno de prova, decorridos 3 (três) horas do início da mesma, entregando ao fiscal apenas o cartão de respostas, devidamente assinado, no verso.

2.7 - Será eliminado sumariamente do concurso, e não terá sua prova considerada, o candidato que:

2.7.1 -.Ausentar-se do recinto da prova sem permissão ou praticar ato de incorreção ou descortesia para com os encarregados da realização das provas.

2.7.2 - Utilizar-se de quaisquer fontes de consulta não autorizadas, bem como de telefone celular ou transmissor/receptor de mensagens de qualquer tipo.

2.7.3 - For surpreendido em comunicação verbal, escrita ou por gestos com outro candidato.

2.7.4 - Não devolver o cartão de respostas;

2.7.5 - Ausentar-se do local de prova, sem o acompanhamento do fiscal, após ter assinado a lista de presença;

2.7.6 - Deixar de assinar a lista de presença e o cartão de respostas;

2.8 - Os três últimos candidatos que terminarem a prova em cada sala ou local de prova, deverão permanecer na sala ou local de prova, sendo liberados somente quando todos a tiverem concluído e com seus nomes registrados na ata da prova pela fiscalização.

2.9 - O candidato que não observar o disposto no item anterior, insistindo em sair do local de aplicação da prova, deverá assinar termo desistindo do concurso e, caso se negue, deverá ser lavrado termo de ocorrência, testemunhado por 02 (dois) outros candidatos, pelo fiscal e pelo executor.

2.10 - Do resultado da prova escrita constarão todos os candidatos que realizaram a prova, em ordem alfabética.

2.11 - Os candidatos aprovados serão discriminados em ordem decrescente da nota obtida para fins de convocação à fase seguinte.

2.11.1- Em caso de igualdade de pontos, serão adotados, sucessivamente, os seguintes critérios de desempate:

a) Militar da ativa.

b) Maior nota em Português.

c) Mais idoso.

d) Maior número de filhos (com referência ao dia anterior ao início das inscrições).

e) casado.

 

3 - PROVA DISSERTATIVA

3.1 - Serão convocados para esta fase somente os candidatos aprovados na prova escrita.

3.2 - Inicialmente, serão convocados os candidatos que obtiveram na prova escrita, classificação correspondente a duas vezes o número de vagas. Para as regiões com menos de cinco vagas serão convocados quatro vezes o número de vagas oferecidas.

3.3- Esta prova terá duração de 02:30 h (duas horas e trinta minutos) e será composta por 03 (três) quesitos onde o candidato deverá demonstrar conhecimentos, sob forma de dissertação, de temas relativos ao atendimento de enfermagem.

3.4- Esta prova valerá 100 (cem) pontos, sendo considerado ELIMINADO do concurso, o candidato que obtiver nota inferior a 50 (cinqüenta) pontos.

3.5 - Descrição dos quesitos da prova dissertativa:

3.5.1- Conceituação anátomo-fisiológica relativa ao tema;

3.5.2- Citar os cuidados de enfermagem relativos ao tema, indicando os possivéis materiais necessários;

3.5.3- Descrescrever as possíveis complicações relativas ao tema;

3.6- A prova será realizada perante a Comissão Examinadora, composta por 03 (três) Oficiais Enfermeiros, auxiliados por uma equipe de Sargentos e/ou Cabos da área de saúde.

 

4- RESULTADO DO EXAME INTELECTUAL

4.1- A média do exame intelectual será calculada considerando-se MEI = média do exame intelectual aproximada a décimos, PE = nota da prova escrita, PD = nota da prova dissertativa, através da seguinte fórmula:

4.1.1- Para a graduação de Cabo BM Auxiliar de Enfermagem:

MEI =

 PE + PD

2

4.2- Os candidatos aprovados no Exame Intelectual serão relacionados de acordo com a ordem decrescente da média obtida.

4.2.1- Em caso de igualdade de pontos, serão adotados, sucessivamente, os seguintes critérios de desempate:

a) Militar da ativa

b) Maior número de pontos na prova da Língua Portuguesa.

c) com maior número de pontos na prova dissertativa;

d) mais idoso;

e) com maior número de filhos (com referência ao dia anterior ao início das inscrições).

f) casado.

 

B) EXAME DE SAÚDE

1- Somente prestarão este exame os candidatos aprovados em todas as fases do exame intelectual.

2- Os candidatos aptos no exame de saúde serão convocados para o exame de capacitação física.

3- A data do exame de saúde será fixada pelo CRSP - CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL-CBMERJ.

4- O candidato deverá comparecer munido do cartão de confirmação de inscrição e da carteira de identidade original.

5- Os critérios médicos de exclusão de candidatos constam do Anexo III deste Edital.

6- O candidato anteriormente submetido a qualquer cirurgia, em qualquer época, deverá apresentar no dia do exame de saúde, laudo detalhado referente a esta cirurgia, emitido pela instituição onde a mesma foi realizada.

7- No dia do exame, o candidato deverá, obrigatoriamente, apresentar laudo dos seguintes exames complementares:

I - Sangue: Hemograma completo. Glicemia de jejum. Uréia. Colesterol. VDRL.

II - Urina: Elementos anormais e sedimento (EAS).

III - Fezes: Parasitológico.

IV - Raio X simples de tórax PA.

V - Eletroencefalograma.

VI - Audiometria

VII - Eletrocardiograma.

VIII - COLPOCITOLOGIA ONCÓTICA (exame com validade de 6 meses), para os candidatos do sexo feminino;

7.1- Os exames complementares, bem como outros considerados necessários, serão pagos pelo candidato e realizados em instituições públicas ou privadas da sua escolha, porém, quando privada só serão aceitos laudos de laboratórios de Análises Clínicas e de Anatomia Patológica, que participem de algum programa de controle de qualidade e sejam supervisionadas pelas suas Sociedades Médicas a qual estejam filiados (Sociedade Brasileira de Patologia Clínica, Sociedade Brasileira de Análises Clínica). O laudo do exame radiológico deverá ser emitido por médico radiologista titular da Sociedade Brasileira de Radiologia. A responsabilidade legal pela acertividade dos resultados e laudos é das instituições que o emitiram, sendo o candidato excluído, a qualquer tempo, quando for constatado que houve irregularidade ou má fé na consecução dos exames.

7.2- O exame de colpocitologia oncótica deverá ser entregue por todas as candidatas quando da realização da entrevista com médico ginecologista. A realização do exame ginecológico ficará a critério do médico examinador.

7.3- Poderão, ainda, ser exigidos outros exames considerados necessários.

7.4- Os casos omissos serão avaliados pela Junta Especial de Saúde da Corporação ou por especialistas designados pelo Oficial Médico que a presidir.

 

C) EXAME DE CAPACITAÇÃO FÍSICA

1- Somente prestarão este exame os candidatos aprovados em todas as fases do exame de saúde.

2- Todas as provas físicas terão caráter eliminatório, sendo considerado inapto o candidato que não obtiver o índice mínimo em qualquer prova.

3- A data do exame será fixada pelo CRSP - CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL-CBMERJ, após a divulgação do resultado do Exame de Saúde.

4- O candidato deverá comparecer ao local de exame no horário indicado, munido do cartão de confirmação de inscrição, carteira de identidade original, caneta azul ou preta, uma fotografia 3X4 de frente, fundo branco, recente, sem óculos e cobertura, e trajes apropriados (calção de ginástica, tênis e camiseta).

5 - A data da segunda tentativa, que poderá ser no mesmo dia ou não, ficará a critério do CRSP - CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL-CBMERJ.

6 - O exame constará das seguintes provas:

6.1 - Para candidatos do sexo feminino:

PROVA

ÍNDICE MÍNIMO

TEMPO MÁXIMO

TENTATIVAS

Corrida de meio fundo

1.600m

12 min

2

Flexão abdominal

25 repetições

1 min

2

Corrida de velocidade

50m

15 seg.

2

Tração inclinada na barra

5 repetições

 

2

Transporte de vítima

10m

 

2

 

6.1.1.1 - DESCRIÇÃO DAS PROVAS:

6.1.1.2 - Na prova de tração inclinada na barra, a candidata deverá executar repetições do seguinte exercício:

a) deitada de costas, braços estendidos, corpo mantido aproximadamente 5 (cinco) cm acima do solo, pés apoiados num auxiliar ou parede, cabeça fletida (a pegada dos braços deve projetar a barra, aproximadamente, ao meio da linha xifo-umbilical).

b) flexionar os braços, trazendo o tórax à altura da barra, mantendo o corpo bem estendido e voltando à posição anterior.

ATENÇÃO: Não serão computados movimentos obtidos com impulso de bacia ou com o corpo não estendido.

6.1.1.3 - Na prova de flexão abdominal, a candidata deverá realizar repetições do seguinte exercício: deitada de costas, mãos na nuca, joelhos levantados, com as pernas fletidas sobre a coxa, em ângulo de 90º, pés apoiados no chão e fixos por auxiliar, flexionar o tronco tocando os cotovelos nos joelhos voltando, logo após, à posição deitada.

6.1.1.4 - Na prova de transporte de vítima, a candidata deverá transportar uma vítima com peso aproximado de 65,0 Kg (± 5%), estando a mesma já imobilizada e sobre uma prancha longa de resgate por uma distância de 10 metros. Ao término dessa distância haverá uma outra maca que estará a uma altura de aproximadamente 85 cm do solo. A candidata deverá colocar a prancha longa de resgate com a vítima sobre a maca que estará na espera. A candidata deverá segurar a prancha de resgate na sua extremidade superior (próximo à cabeça) sendo auxiliado por um outro socorrista que irá segurar na extremidade oposta (próximo aos pés). Não haverá tempo limite para execução da prova.

 

6.2 - Para os candidatos do sexo masculino:

PROVA

ÍNDICE MÍNIMO

TEMPO MÁXIMO

TENTATIVAS

Corrida de meio fundo

2.000m

12 min

2

Flexão abdominal

35

1 min

2

Corrida de velocidade

50m

10 seg.

2

Tração na barra

3

 

2

Transporte de vítima

20 m

 

2

 

6.2.1 - DESCRIÇÃO DAS PROVAS:

6.2.1.1 - Na prova de flexão abdominal, o candidato deverá realizar repetições dos seguintes exercícios: deitado de costas, mãos na têmpora, joelhos levantados, com as pernas fletidas sobre a coxa, em ângulo de 90º, pés apoiados no chão e fixos por auxiliar, flexionar o tronco tocando os cotovelos nos joelhos voltando, logo após, à posição inicial.

6.2.1.2- Na prova de tração na barra, o candidato deverá realizar repetições do seguinte exercício:

a) Posição inicial: com o corpo em extensão, permanecer pendurado em uma barra horizontal, com as mãos em pronação;

b) Realização do exercício: partindo da posição acima descrita, flexionar os braços e elevar o corpo até o ponto em que seu queixo ultrapasse a barra, voltando a seguir à posição inicial.

6.2.1.3- Na prova de transporte de vítima, o candidato deverá transportar uma vítima com peso aproximado de 65,0 Kg (± 5%), estando a mesma já imobilizada e sobre uma prancha longa de resgate por uma distância de 20 metros. Ao término dessa distância haverá uma outra maca que estará a uma altura de aproximadamente 85 cm do solo. O candidato deverá colocar a prancha longa de resgate com a vítima sobre a maca que estará na espera. O candidato deverá segurar a prancha de resgate na sua extremidade superior (próximo à cabeça) sendo auxiliado por um outro socorrista que irá segurar na extremidade oposta (próximo aos pés). Não haverá tempo limite para execução da prova.

 

D) PESQUISA SOCIAL E DOCUMENTAL

1- Pesquisa Documental

1.1 - Os candidatos aprovados no exame de capacitação física deverão apresentar, obrigatoriamente, após a publicação do resultado, os documentos abaixo. A não apresentação de qualquer um dos documentos, na data estabelecida, implicará na eliminação sumária do candidato.

- Carteira de identidade (original e fotocópia), expedida pelo órgão de identificação civil do Estado.

- Certidão de casamento ou de nascimento (original e fotocópia).

- Certificado de conclusão do ensino fundamental.

- Certificado de Reservista de 1ª ou 2ª Categoria, Certificado de Dispensa de Incorporação, Certificado de Alistamento Militar ou Carta Patente (original) e documento que comprove ter sido licenciado, no mínimo no comportamento “BOM”.

-Título de eleitor e comprovante da última eleição (originais e fotocópias).

- Carteira do COREN (definitiva ou provisória) ou comprovante de inscrição no Órgão Fiscalizador da Profissão (original e fotocópia) e comprovante de estar em dia com a anuidade (original e fotocópia).

-1 (um) retrato 3x4 recente, de frente, sem cobertura.

- Cartão do CIC (original e fotocópia).

- Cartão do PIS/PASEP (original e fotocópia).

- Comprovante de residência (original e fotocópia).

- Certidão Negativa de Ações Criminais dos municípios onde residiu nos últimos 5 (cinco) anos. (Para os residentes no município do Rio de Janeiro, as certidões são relativas aos 1º, 2º, 3º e 4º Ofícios).

- Certidão Negativa da Polícia Federal ou Justiça Federal

- Certidão de Vida Privada dos candidatos que residam ou residiram em outros Estados.

2- Pesquisa Social

2.1-Questionário - Visa colher dados gerais sobre o candidato, através de formulário específico.

2.2- Diligências - Visa verificar ‘in loco” o comportamento de modo geral, bem como se a idoneidade do candidato não colide com os requisitos estabelecidos neste Edital para ingresso no CBMERJ e com as obrigações e deveres inerentes a um futuro Bombeiro Militar, de acordo com o previsto no Estatuto dos Bombeiros Militares vigente.

2.3- Ambiência Social - Constatar se o candidato não tem envolvimento com pessoas envolvidas em ilícitos. Se nos locais onde trabalha ou trabalhou as atividades são idôneas ou lícitas. Se os locais que freqüenta são compatíveis com a condição de futuro Bombeiro Militar.

2.4- Entrevista - Objetiva comparar os dados fornecidos pelo candidato com o que foi apurado nas diligências realizadas, procurando, através de perguntas ao candidato, esclarecer dúvidas e colher outras informações necessárias que propiciem emitir parecer sobre o aproveitamento ou não do candidato pelo CBMERJ.

2.5- Pedido de Informação - Visa coletar dados relativos aos antecedentes do candidato nos diversos institutos de criminalística ou outros órgãos julgados necessários.

2.6- A prestação de declaração falsa ou inexata ou a não apresentação de toda a documentação necessária à incorporação, importará na eliminação do candidato com a perda dos direitos decorrentes, sem prejuízo das medidas legais aplicáveis à falsidade da declaração.

 

IV - RECURSOS

1- Somente serão aceitos recursos referentes à: prova escrita, prova dissertativa e Exame de Saúde.

2- No Exame Intelectual, o candidato poderá solicitar revisão quando ficar evidenciado erro na formulação da questão (sendo aceito, no máximo, 3(três) questões para cada recurso), na correção ou no critério de julgamento da prova escrita ou dissertativa, através de requerimento, preenchido em formulário próprio e entregue no protocolo do CRSP - CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL, sito à Av. Brasil, 23.800, Guadalupe, RJ, no horário de 9:00 às 16:00 horas, até o segundo dia útil a contar da data de divulgação do gabarito, caso ocorra em dia útil.

3- No Exame de Saúde, o candidato poderá solicitar revisão quando julgado “INAPTO PARA O FIM A QUE SE DESTINA”, por meio de requerimento próprio, que deverá ser solicitado no CRSP e dirigido ao Coordenador do concurso.Tal documento deverá ser entregue no protocolo do CRSP - CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL, sito à Av. Brasil, 23.800, Guadalupe, RJ, no horário de 9 a 16 horas, até o segundo dia útil, a contar da data de divulgação do resultado do referido exame, caso ocorra em dia útil, acompanhado de laudo médico que contraponha ao parecer que o julgou inapto.

4- Ao requerimento de recurso deverá ser anexado o comprovante de pagamento da taxa de recurso, no valor de 30% da taxa de inscrição, por recurso, a ser depositado em qualquer agência do BANERJ, na conta nº 3634-70181-1, a favor do CRSP - CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL - CBMERJ.

5- O recurso, para o Exame Intelectual, deverá ser individual, digitado ou datilografado, apresentado em folhas formato A4, separadas para cada questão, com a indicação precisa daquilo em que o candidato se julgar prejudicado, devidamente fundamentado, comprovando as alegações com citações de itens, páginas de livros, nome dos autores, etc., juntando sempre que possível cópia dos comprovantes.

6- Será indeferido liminarmente o recurso que não estiver fundamentado ou for interposto fora do prazo.

7- A decisão da Banca Examinadora será irrecorrível.

8- Após o julgamento dos recursos interpostos, os pontos correspondentes às questões da prova, porventura anuladas, serão atribuídos a todos os candidatos indistintamente.

9- O candidato poderá, ainda, solicitar vista do cartão de respostas, para dirimir eventuais dúvidas sobre as alternativas assinaladas, que será concedida através de fotocópia, observando o prazo de 48 horas a partir da data de publicação das notas.

 

V - DISPOSIÇÕES GERAIS

1- As taxas de inscrição e de recurso não serão devolvidas em nenhuma hipótese.

2- A inscrição vale, para todo e qualquer efeito, como forma de expressa aceitação, por parte do candidato, de todas as condições, normas e exigências constantes deste Edital.

3- Nenhum candidato fará prova fora do dia, horário e local determinado.

4- Não será admitida a entrada de candidato para realização de qualquer prova ou exame após o horário estabelecido ou portando arma, mesmo que possua o respectivo porte.

5- Não haverá, sob qualquer pretexto, segunda chamada para qualquer uma das etapas, fases e partes do concurso, sendo considerado eliminado o candidato que faltar, chegar atrasado ou não completar qualquer das etapas do concurso, mesmo que por motivo de caso fortuito ou força maior.

6- Será considerado eliminado o candidato que não se apresentar no respectivo Estabelecimento de Ensino ou Órgão Formador na data estabelecida pelo CRSP - CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL - CBMERJ para a realização da matrícula.

7- Serão publicados no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro e/ou outros meios de comunicação:

a) Relação de todos os candidatos aprovados e reprovados em todas as etapas do concurso;

b) Resultado da prova escrita de múltipla escolha do Exame Intelectual contendo todos os candidatos estabelecidos nos itens 3.2 - III - EXAMES.

c) Resultado final contendo todos os candidatos aprovados e classificados dentro do limite de vagas estabelecidas.

d) Todos os avisos e convocações relativas às etapas do concurso, podendo a critério do CRSP - CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL - CBMERJ ser enviado telegrama, bem como outra forma de comunicação ao candidato.

8- Os exames de saúde, de capacitação física e de pesquisa social e documental, bem como qualquer de suas partes, não terão nota classificatória, sendo o candidato considerado APTO ou INAPTO (indicado ou contra-indicado).

8.1- O candidato considerado inapto (contra-indicado) será eliminado do concurso.

9- Durante o período compreendido entre a inscrição no concurso de admissão e a realização do curso de formação de cabo BM Auxiliar de Saúde (CFC), estando na condição.de candidata ou cursando o curso de formação, a mesma não deverá apresentar estado de gravidez, dada a incompatibilidade com os testes físicos específicos, de caráter seletivo, estabelecidos neste edital e com as atividades físicas obrigatórias a que será submetida. A comprovação do estado de gravidez acarretará no indeferimento de sua inscrição, na sua exclusão das fases subseqüentes do concurso de admissão ou no seu desligamento do curso de formação de cabo.

10- O Curso de Formação de cabo não faz parte do processo seletivo.

11- Para a inclusão, os candidatos serão relacionados em ordem hierárquica, adotando-se como critério de ordenação a média obtida no exame intelectual e, em caso de empate, os critérios estabelecidos no item 4.2.1 - A) Exame Intelectual - III - Exames.

12- Os candidatos ao cargo de Cabo BM Auxiliar de Enfermagem aprovados em todos os exames e classificados dentro do número de vagas previstas, serão matriculados no Curso de Formação de Cabos do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, na graduação de Cabo BM Auxiliar de Saúde Estagiário, que será mantida durante o estágio de adaptação. Ao concluir o estágio, serão efetivados na graduação de Cabo Bombeiro Militar Auxiliar de Saúde.

13- O concurso terá validade de 15 (quinze) dias após a matrícula no Curso de Formação de Cabo Bombeiro Militar.

14- Se não for efetivada a incorporação, todos os documentos entregues pelos candidatos deverão ser retirados pelos mesmos no prazo máximo de 30 (trinta) dias após o término do concurso. Os documentos não retirados serão incinerados.

15- Os candidatos aprovados no exame intelectual se obrigam a manter atualizado seu endereço junto a CRSP - CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL-CBMERJ.

16- A coordenação do concurso será de responsabilidade do CRSP - CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL-CBMERJ.

17- Os casos omissos serão resolvidos pelo Secretário de Estado da Defesa Civil.

 

ANEXO I - REGIÕES

 

CBA II - REGIÃO SERRANA

SEDE - Município de Petrópolis

Municípios: Areal, Bom Jardim, Cachoeiras de Macacu, Cantagalo, Carmo, Comendador Levy Gasparian, Cordeiro, Duas Barras, Macuco, Nova Friburgo, Paraíba do Sul, Petrópolis, São José do Vale do Rio Preto, São Sebastião do Alto, Santa Maria Madalena, Sapucaia, Sumidouro, Teresópolis, Trajano de Moraes e Três Rios.

 

CBA III - REGIÃO NORTE

SEDE - Município de Campos dos Goytacazes

Municípios: Aperibé, Bom Jesus de Itabapoana, Cambuci, Campos dos Goytacazes, Cardoso Moreira, Italva, Itaocara, Itaperuna, Laje do Muriaé, Miracema, Natividade, Porciúncula, São Francisco de Itabapoana, São José de Ubá, Santo Antônio de Pádua, São Fidélis, São João da Barra e Varre-Sai.

 

CBA IV - BAIXADAS LITORÂNEAS

SEDE - Município de Cabo Frio

Municípios: Araruama, Armação de Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Carapebus, Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Iguaba Grande, Macaé, Quissamã, Rio Bonito, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Silva Jardim.

 

 

ANEXO Il - PROGRAMA DO EXAME INTELECTUAL

 

CABO BM AUXILIAR DE ENFERMAGEM

 

1 - CONHECIMENTOS GERAIS.

 

ENFERMAGEM FUNDAMENTAL:Admissão/Internação/Alta, Relatórios e registros de Enfermagem, Esterilização/Desinfecção: meios e métodos, Nutrição e dietética, Nutrição parenteral, Preparo e administração de medicamentos, Vias de administração de medicamentos, Sinais vitais. Feridas e curativos, Acessos venosos: periférico e central. ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA: Fisiopatologia e cuidados de Enfermagem no: Traumatismo crânio-encefálico, Traumatismo raqui-medular, Traumatismo de tórax, Traumatismo de abdomem, Traumatismo de extremidades, Queimaduras, Parada cardio-respiratória, Reanimação cardiopulmonar, Hemorragias, Choque, Afogamentos, Ações de enfermagem no resgate e transporte de pacientes, Desfibrilação semi-automática, Obstrução de vias aéreas, Convulsões, Intoxicações exógenas. ENFERMAGEM EM PEDIATRIA: Classificação por faixa etária, Cuidados de Enfermagem e fisiopatologia na desidratação e desnutrição, Cuidados de Enfermagem e fisiopatologia nas doenças pulmonares, Cuidados de Enfermagem e fisiopatologia nas doenças comuns da infância, Cuidados de enfermagem e fisiopatologia nas verminoses. ENFERMAGEM EM OBSTETRÍCIA E NEONATOLOGIA: Alterações fisiológicas e anatômicas da gravidez. Intercorrências clínicas da gestação: Doença hipertensivaespecífica da gravidez, diabetes, cardiopatias, isoimunização, gravidez ectópica, infecção do trato urinário, trabalho de parto prematuro, placenta prévia, descolamento prematuro de placenta e abortamento. Assistência de Enfermagem no pré-parto e ao parto (natural e cirúrgico). Assistência de Enfermagem ao recém-nato. Cuidados com a puérpera. Complicações com o período pós-parto. Aleitamento materno.Cuidados com recém nascido na fototerapia. Alojamento conjunto. ENFERMAGEM EM PSIQUIATRIA E SAÚDE MENTAL: Processo saúde-doença mental, Conceito de saúde mental, Manifestações clínicas e traços gerais dos principais transtornos: psicose, neuroses, toxicodependências e demências, Fatores causais da doença mental, Atitudes e intervenções de Enfermagem no paciente psiquiátrico. ENFERMAGEM EM SAÚDE PÚBLICA: SUS, DST/AIDS, Programa Nacional de Imunização, Hanseníase, Tuberculose, Tétano, Hepatites, Dengue, Saúde do Escolar. ENFERMAGEM EM TERAPIA INTENSIVA: Cuidados com o cliente acamado: higiene e mobilização, Cuidados com monitorização, Principais cuidados na ventilação artificial, Cuidados com vias aéreas, Principais cuidados de enfermagem na insuficiência renal e respiratória agudas. ENFERMAGEM EM CLÍNICA MÉDICA: Cuidados com sangue e hemoderivados. Manifestações clínicas e cuidados de Enfermagem prestados aos clientes com os seguintes distúrbios: oncológicos, respiratórios, cardiovasculares, neurológicos, hematológicos, gastrointestinais, músculo-esqueléticos, endócrinos e gênito-urinários. ENFERMAGEM EM CLÍNICA CIRÚRGICA: Assistência de Enfermagem no pré, trans e pós- operatórios: Principais tipos de cirurgia: regiões e incisões, Principais complicações no pós-operatório, Atuação no controle da infecção hospitalar, Cateterismo Vesical, Cateterismo Gástrico e entérico, Cuidados com os diferentes tipos de drenos. LEGISLAÇÃO DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL: Lei do Exercício Profissional, Código de Deontologia e Ética de Enfermagem.

 

BIBLIOGRAFIA: BRUNNER, L. S. e SUDDARTH, D.S. Tratado de Enfermagem Médico-Cirúrgica. 7ª edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1994. SANTOS, R.R., CANETTI, M.D., JUNIOR, C.R. e ALVAREZ, F.S. Manual de Socorro de Emergência. Rio de Janeiro: Editora Atheneu, 1999. PEIXOTO,C.C.M. Manual do Auxiliar de Enfermagem. 2ª edição. Rio de Janeiro: Editora Atheneu, 1996. CASSIANI,S.H.B. Administração de Medicamentos. São Paulo: EPU, 2000. CARVALHO, G.M. Enfermagem em Obstetrícia. São Paulo: EPU, 1990. RODRIGUES, A.R.F. Enfermagem Psiquiátrica. São Paulo: EPU, 1996. GOMES, A.M. Enfermagem na Unidade de Terapia Intensiva. São Paulo: EPU, 1988. Lei 7498/86 - Regulamentação do Exercício Profissional. Lei 8080/90 - Lei do SUS. Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA. Código de Ética dos profissionais de Enfermagem - 1993. COFEN. Documentos básicos do COFEN. Esboço Histórico da legislação da enfermagem,1993....GARIJO, Caridad, POCH, Maria Luisa, NEGRETE, Rosário e RAMIREZ, Raquel. Guia Prático de Enfermagem - Pediatria. Rio de Janeiro: Reichmann e Affonso Editores, 2000. Manuais do Ministério da Saúde: Programa Nacional de Imunização, Tuberculose, Hanseníase, DST/AIDS.

 

2 - LÍNGUA PORTUGUESA

 

Interpretação de texto: O emprego das letras e a acentuação gráfica. A flexão dos verbos regulares e irregulares. O emprego dos pronomes; sintaxe dos pronomes relativos. O emprego das conjunções e das preposições. As normas de concordância nominal e verbal: casos gerais e particulares. As normas de regência nominal e verbal. O emprego do acento indicativo da crase. A colocação dos termos na frase. A composição do período: coordenação e subordinação; orações reduzidas. O emprego dos sinais de pontuação.

 

BIBLIOGRAFIA BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. 37ª edição. São Paulo. Editora Lucerna. 1999. CUNHA, Celso. F. da e Cintra, Luís F. Lindley. Nova Gramática do Português Contemporâneo. Rio de Janeiro. Editora Nova Fronteira. 1986. LIMA, Rocha. Gramática Normativa da Língua Portuguesa. 32ª edição. Rio de Janeiro. Editora José Olympio. 1994.

 

3 - MATEMÁTICA

 

Números: Naturais, inteiros , racionais e reais, adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação; divisibilidade, mínimo múltiplo comum e máximo divisor comum. Números fracionários e números decimais, dízimas periódicas. Média aritmética simples e ponderada. Relações e funções. Polinômios e produtos notáveis. Equações do 1º grau, inequações do 1º grau, sistema de equações de 1º grau, sistema de inequações do 1º grau e problemas. Razão e proporção. Regra de três: simples e composta. Porcentagem. Equações do 2º grau. Funções do 2º grau. Medidas: tempo, comprimento, área, volume, massa e capacidade. Conversão de unidades. Geometria: sólidos, polígonos, círculos, proporcionalidade, congruência, semelhança, perímetro e área de figuras planas. Triângulos: relações métricas e trigonométricas no triângulo retângulo.

 

BIBLIOGRAFIA: IEZZI, Gelson. Matemática e Realidade. Atual Editora. São Paulo. JAKUBOVIC, José e Lellis, Marcelo. Matemática na medida certa. Editora Scipione. São Paulo. GIOVANNI, José Ruy; Castruci, Benedito e Giovanni Jr., José Ruy. A conquista da matemática. Editora FTD. São Paulo. BONGIOVANNI, Vicenzo. Matemática e vida. Editora Ática. São Paulo.

 

ANEXO III - CRITÉRIOS MÉDICOS DE EXCLUSÃO DE CANDIDATOS

 

1 - Gerais - Altura mínima de 1,60m para o sexo masculino e 1,50m para o sexo feminino. Desproporções peso/altura. Obesidade acentuada (além de 20% do peso corporal ideal). Deformidades de qualquer natureza. Tatuagem em áreas expostas. Agenesia de qualquer órgão. Doença psiquiátrica de qualquer natureza. Desnutrição. Hipercolesterolemia. Hipertrigliceridemia associada à quilomicronemia. Disfunções endócrinas, hipofisárias, tireoidianas, supra-renais, pancreáticas e gonádicas. Doenças do tecido conjuntivo. Doenças neoplásicas malignas tratadas ou não e neoplasias benignas não tratadas (não abrange as cutâneas que são consideradas separadamente). Manifestações clínico-laboratoriais associadas à deficiências do sistema imunitário. Miocardiopatias. Doença coronariana. Cardiopatias congênitas (excetuando-se o CIA, o CIV e o PCA tratados, e a valva aórtica bicúspide na ausência de repercussão funcional). Valvopatias adquiridas (no caso de prolapso da valva mitral, a aprovação será avaliada pela JES). Hipertensão arterial sistêmica. Hipertensão arterial pulmonar. Pericardites. Pleuris atual. Pleuris prévia com encarceramento pulmonar atual. Distúrbios de função ventilatória de qualquer natureza. Tuberculose ativa em qualquer órgão. Sarcoidose. Pneumoconioses. Hepatopatias crônicas de qualquer natureza. Insuficiência pancreática exócrina. Síndromes disabsortivas. Anemias. Neutropenia. Linfopenia. Linfadenomegalia abrangendo duas ou mais cadeias (exceção das inguinais) de causa indefinida. Discrasias sangüíneas. Uropatia obstrutiva. Nefrites intersticiais. Glomerulonefrites. Litíase urinária atual. Rins policísticos. Rim esponja medular. Insuficiência renal de qualquer grau. Sífilis secundária, latente ou terciária. Doenças que necessitem de tratamento cirúrgico (excluídos os processos benignos dermatológicos e a hérnia umbilical sem protrusão do saco herniário). Seqüelas de cirurgias anteriores que acarretem impotência funcional ou disfunção orgânica. Amputações. Cicatrizes cirúrgicas ou de queimaduras que levem à limitação funcional de qualquer segmento do corpo. Cicatrizes de hérnia inguinal com intervalo menor que 60 dias da data do exame. Cicatrizes de hérnia umbilical com intervalo menor que 30 dias da data do exame. Histórias de laparotomias realizadas por qualquer motivo com intervalo menor que 60 dias da data do exame (quando realizada com técnica convencional) ou menor que 15 dias (quando realizada com técnica videocirúrgica). Toracotomia ou esternotomia por afecções pleuro-pulmonares, esofageanas ou traqueais há menos de dois anos. Toracotomia ou esternotomia por afecções pleuro-pulmonares, esofageanas ou traqueais realizadas há mais de dois anos, em que tenha havido ressecção total ou parcial daqueles órgãos, ou que curse com dor incapacitante pós-toracotomia. Excetuam-se os casos de ressecção parcial pulmonar, que serão julgados após realização de estudo funcional respiratório. Eventração ou hérnia diafragmática. Esofagite de refluxo. História de pneumotórax espontâneo, sem tratamento por pleurodese cirúrgica. Traumatismo torácico prévio com fraturas em mais de quatro costelas. Nos casos com calos ósseos em até quatro costelas, a admissão será condicionada à ausência de repercussão funcional pulmonar. Acalásia de cárdia, divertículos, estenoses benignas, ou espasmo difuso do esôfago. Presença de bolhas enfisematosas ou “blebs” apicais. Os candidatos anteriormente submetidos a qualquer cirurgia, deverão apresentar o relato do ato operatório para avaliação.

 

2 - Doenças Dermatológicas - Erupções eczematosas. Psoríase. Eritrodermia esfolativa. Parapsoríases. Pitiríase rubra familiar. Púrpuras. Pênfigos (todas as formas). Penfigóide bolhoso. Dermatite herpetiforme. Atrofia branca de Milian. Elefantíase nostra. Úlcera de estase, anêmica, microangiopática, arterosclerótica, neurotrófica (mal perfurante). Foliculite decalvante. Alopécia arcata total, universal e ofiásica. Alopécia mucionosa. Colagenoses. Paniculites nodulares. Doença de Weber Christian. Afecções vasculares. Sarcoidose. Doença de Behçet. Pioderma gangrenoso. Queilite granulomatosa. Microbacterioses. Pseudofoliculite da barba. Micoses profundas. Epidermodisplasias verruciformes. Leishmaniose. Afecções congênitas e hereditárias. Neoplasias malignas. Calosidades interdigitais severas. Xeroderma pigmentoso. Síndrome de nervus basocelular e/ou displásico. Queilite actínica. Leucoplasia oral.

 

3 - Doenças Neurológicas - Infecções do sistema nervoso central. Doenças vasculares do cérebro e da medula espinhal. Síndrome pós-traumatismo crânio-encefálico. Defeitos do desenvolvimento psicomotor. Doenças degenerativas e heredo-degenerativas. Distrofia muscular progressiva, ocular ou miotônica. Miastenia grave. Doenças a bainha de mielina. Epilepsia (com EEG convencional evidenciando foco epiléptico. Os focos com alterações inespecíficas deverão ser avaliadas pelo Serviço de Neurologia). Hérnias discais.

 

4 - Doenças Vasculares - Varizes. Linfedema. Fístulas artério-venosas. Angiodisplasias. Arteriopatias orgânicas oclusivas crônicas (arteriosclerose obliterante, tromboangeíte obliterante, arterites). Arteriopatias orgânicas não oclusivas (aneurismas), mesmo após correção cirúrgica. Arteriopatias funcionais (Doença de Raynaud, acrocianose, livedo reticular, distrofia simpático reflexa, eritromelalgia). Síndromes compressivas neurovasculares do desfiladeiro cérvico-tóraco-cervical.

 

5 - Doenças Ósteo-Articulares - Doenças infecciosas ósseas e articulares. Doenças metabólicas. Neoplasias malignas ou de malignidade indeterminada. Alterações de eixo que comprometam força e estabilidade das articulações, quaisquer que sejam as causas. Escolioses estruturais superiores a 10 graus. Degenerações discais sintomáticas. Alterações ósseas que comprometam força e estabilidade de membros superiores e inferiores. Luxações recidivantes. Fraturas viciosamente consolidadas. Pseudoartroses. Doenças degenerativas ósteo-articulares. Alterações de eixo em articulações ou ossos. Espondilólise. espondilolistese. Pés planos e cavos. Metatarsalgias associadas a hálux valgo.

 

6 - Doenças Urológicas - Cistite crônica. Cistite intersticial. Litíase renal. Transtornos funcionais da bexiga. Estenose de uretra. Prostatite crônica. Hidrocele. Orquite crônica. Criptoquidia. Varicocele. Epididimite. Hipospádia. Neoplasias malignas do trato urinário. História de cirurgia urológica realizada a menos de 30 dias da data do exame.

 

7 - Doenças Otorrinolaringológicas - Otite média crônica. Otosclerose. Labirintopatias. Disacusia neurossensorial. Desvio de septo. Polipose nasal. Sinusite crônica (fístula oro-antral). Fenda palatina. Lábio leporino. Rinite alérgica. Disfonias funcionais.

 

8 - Doenças Oftalmológicas:

8.1 - No Exame Oftalmológico serão exigidos os seguintes índices:

a) acuidade a 6 metros: avaliação de cada olho separadamente;

- Acuidade visual em ambos os olhos sem correção: 20/60

- Acuidade visual em ambos os olhos com correção: 20/30

b) acuidade visual a 37 centímetros: avaliação de cada olho separadamente;

c) motilidade ocular extrínseca: as excursões oculares devem ser normais;

d) senso cromático: pesquisado através das pranchas pseudo-cromáticas (Tabela de Ishihara). Pode ser utilizado o teste simplificado, avaliando as seguintes pranchas:

- n. 1

- n. 2 ou 3

- n. 4 ou 5 ou 6 ou 7

- n. 8 ou 9

- n. 10 ou 11 ou 12 ou 13

- n. 14 ou 15

Havendo alteração em qualquer um dos seis (6) itens, será feita a avaliação com todas as pranchas. Serão admitidas até três (3) interpretações incorretas no teste completo.

e) pressão intra-ocular: entre 14 e 19 mmHg.

8.2 - Cirurgias Refrativas (Ceratotomia radial e/ou transversa, “Excimer Laser”) que tenham resultado na visão mínima necessária à aprovação ao quadro proposto, só serão admitidas nos casos cuja a realização tenha ocorrido num prazo mínimo de 36 meses anteriores à data do exame de seleção oftalmológico e que o candidato já tenha 24 anos completos.

8.3 - Condições incapacitantes: Infecções e processos inflamatórios, excetuando-se conjuntivites agudas e hordéolo. Ulcerações. Tumores, excetuando-se o cisto benigno palpebral. Opacificações. Seqüelas de traumatismos e/ou queimaduras. Doenças congênitas ou adquiridas, incluindo os desvios dos eixos visuais. Anormalidades funcionais significativas. Diminuição da acuidade visual além da tolerância permitida. Lesões retinianas, retinopatia diabética. Glaucoma crônico com alterações papilares e/ou campimétricas, mesmo sem redução de acuidade visual. Doenças neurológicas ou musculares oculares. Discromatopsia.

 

9 - Psiquiatria - Todas as Patologias Psiquiátricas são consideradas incapacitantes para admissão.

10 - Odontologia - Será exigido no mínimo, 8 (oito) dentes naturais, sendo que as ausências deverão estar supridas por prótese fixa ou móvel, de modo a satisfazer a estética e a mastigação. Não apresentar dentes com lesões periapicais, paradontose ou cáries. No caso de prótese total da arcada superior, o candidato deverá apresentar um mínimo de 8 (oito) dentes naturais na arcada inferior, e ter as ausências preenchidas por prótese fixa ou móvel, de modo a satisfazer a estética e a mastigação. Não ser portador de neoplasia maligna de cavidade oral e ossos maxilares. Não ser portador de cistos e tumores odontogênicos e não odontogênicos dos maxilares em fases avançadas, nos quais haja, para o tratamento, necessidade de mutilações e/ou enxertos.

 

11 - Exames Complementares - Será considerada condição incapacitante qualquer alteração nos exames complementares relacionados neste Edital.

 


Página atualizada em:  06/03/2002
às 15:00 h por Altamiro Augusto Muniz