Cirurgia de catarata
em cães e gatos
  Glaucoma
  Ceratoconjuntivite
seca / ap. lacrimal
  Ceratite ulcerativa
  Conjuntivite
  Tumores palpebrais
  Entrópio/Ectrópio
  Herpesvírus canino e felino
  Uveíte recorrente do equino
  Ceratoconjuntivite bovina
  Síndrome de Horner
  Panuveíte canina(Despigmentação)
  Retinopatias
  Eletroretinografia nos animais
  Distrofias corneais
  Pannus
  Defeitos congênitos
  Seqüestro Corneal Felino
  Glossário Oftalmológico
Pannus Oftálmico


(Ceratite do Pastor Alemão, Superficial Crônica ou de Uberreiter)

Tem como sinonímia a Ceratite do Pastor Alemão ,Ceratite Superficial Crônica e Ceratite de Uberreiter. Doença de variada gravidade que acomete principalmente Pastores Alemães. A doença usualmente começa da margem temporal com invasão da córnea a partir da esclera . Doença de etiologia desconhecida mas supõe-se ser de causa imunomediada. Os raios ultra-violeta do sol alteram a antigenicidade dos tecidos da córnea resultando em um processo inflamatório crônico. Essa inflamação crônica leva a infiltração de linfócitos e células plasmáticas e a proliferação de células epiteliais da córnea. Em seguida ocorre vascularização do epitélio e do estroma anterior além de pigmentação com melanócitos,infiltração de histiócitos e finalmente pode ocorrer queratinizaçõa da córnea. Parece ser mais agressiva quando ataca animais jovens. A localização geográfica é importante com indivíduos que moram em região acima de 1000 metros de altitude sofrem mais seus efeitos. Mesmo em nossa clínica de Petrópolis RJ a 850 metros acho que meus casos são mais severos que os meus pacientes que sofrem da doença na cidade do Rio de Janeiro e Niterói (ambas ao nível do mar)onde mantenho clínicas de oftalmologia veterinária.A condição pode em alguns casos ser controlada com uso de imunodepressores tópicos que no passado se restringiam aos esteróides com destaque para a prednisolona e hoje já temos como droga principal de escolha no controle de casos moderados a Ciclosporina A tópica a 0,2 %.Em casos refratários a tratamento podemos fazer injeções de corticóide de depósito(Depo-medrol,Duo-decadron ou Diprospan) subconjuntivais . Nos casos em que há perda da visão está indicada a ceracectomia superfial.